AFETIVIDADE NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Wagner Feitosa Avelino
Maria Garbin

Resumo

O presente artigo, tem o objetivo principal analisar a afetividade a partir do processo de ensino e aprendizagem nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Como metodologia, recorreu-se a revisão literária ao consultar bases bibliográficas disponíveis em sites nacionais, assim como obras que abordam a temática proposta a luz de Wallon (1981, 1986, 2007), Almeida e Mahoney (2012) e Tiba (2003). Haja visto, que no âmbito educacional, as análises e reflexões estão presentes nas principais teorias do desenvolvimento da criança. Por meio dessa reflexão a respeito das fases de estágios, nas perspectivas waloniana, procurou-se relacionar a dicotomia entre o ensino e aprendizagem e a afetividade no cotidiano escolar, principalmente no que tange à relação professor e aluno. Concluiu-se por meio das leituras, que a afetividade torna-se grande aliada dos educadores, ao qual deve ser fomentada a partir da formação inicial e continuada em prol da qualidade da Educação Básica e da relação com saber dos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Ciências Humanas
Biografia do Autor

Maria Garbin, FACULDADE DE AMERICANA

Licenciada em Pedagogia pela Faculdade de Americana e educadora da Educação Básica 

Referências

ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. “Wallon e a Educação”. In: MAHONEY, Abigail Alvarenga; ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. (Organizadoras) - WALLON, Henry: psicologia e educação. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

ALMEIDA, Ana Rita Silva. A emoção na sala de aula / Campinas. SP: Papirus, 1999. – (coleção Papirus Educação).

ALVES, Rubem, 1933- A alegria de ensinar / Campinas. SP: Papirus; Rubem Alves M.E.,2000.

BRASIL. Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica; Conselho Nacional de Educação; Câmara de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wpcontent/uploads/2018/04/BNCC_19mar2018_versaofinal.pdf Acesso em 04 abr. de 2020

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988

BRASIL. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. In: Diário da União, ano CXXXXIV, n. 248, 23.12.1996.

DANTAS, Heloysa. A afetividade e a construção do sujeito na psicogenética de Wallon. LA TAILLE, Y. In:. Piaget, Vygotski, Wallon. Teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.

FERREIRA ABH. Novo Aurélio Século XXI: o dicionário da língua portuguesa. 3 ed. totalmente rev. e ampl. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; 1999.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à pratica educativa / Paulo Freire. - São Paulo: Paz e Terra, 1996. (Coleção Leitura)

FREIRE, Paulo Professora sim, tia não cartas a quem ousa ensinar Editora Olho d’Água: São Paulo 1993.

MARCHAND, Max. A afetividade do educador / Max Marchand; (tradução de Maria Lúcia Spedo Hildorf Barbanti e Antonieta Barini; direção da coleção Fanny Anbramovich). – São Paulo: Summus, 1985. (Novas buscas em educação; 23).

MEDEIROS, Maria Fabrícia de. O Papel da Afetividade na relação Professor e Aluno e suas Implicações na Aprendizagem. Revista on line de Política e Gestão Educacional, v.21, s. esp.2, Araraquara, 2017, p. 1165-1178. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/10179 Acesso em 05 abr. 2020.

MENDES, Daniela Barros, Memórias afetivas: a constituição do professor na perspectiva de Henry Wallon / Daniela Barros Mendes. São Paulo: Edições Loyola, 2017.

PACHECO, Josemary de Souza. A afetividade na instituição escolar. Recife, 2014. Disponível em: https://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/posdistancia/52471.pdf Acesso em 04 abr. 2020.

POLITY, Elizabeth. Ensinando a ensinar: educação com afeto – 2.ed. ver.—São Paulo: Vetor, 2003.

SAUD, Claudia Maria Labinas Roncon. “Com a palavra, as crianças: os sentimentos de alunos e alunas da 1ª série do Ensino Fundamental 1” In: ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. MAHONEY, Abigail Avarenga (orgs) Afetividade e aprendizagem; contribuição de Henry Wallon. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

TIBA, Içami. Quem ama educa! São Paulo: Editora Gente, 2002.

WALLON, Henry. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

WALLON, Henry. As origens do pensamento na criança. São Paulo: Manole, 1986.

WALLON, Henry. Psicologia e educação da infância. Lisboa: Estampa, 1981.

WEIL, Pierre. A criança, o lar e a escola. Petrópolis, RJ. 1979, Editora Vozes Ltda.