A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS – EJA - E SUAS INTERFACES COM A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E SEU PÚBLICO ALVO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Elma de Oliveira

Resumo

Resumo: O presente artigo analisa as políticas para a educação, garantida pela Organização das Nações Unidas e seus países membros. Assegurado no seu artigo 26 no qual expressa que: “Todo ser humano tem direito à instrução. A instrução será gratuita, pelo menos nos graus elementares e fundamentais. A instrução elementar será obrigatória.” A análise buscou compreender as características dos discentes a quem se propõe a EJA, a formação inicial e continuada e os desafios que se apresentam, para que essa modalidade se firme com políticas efetivas e específicas para a modalidade. Compreende-se que uma política de Educação ao Longo da Vida, nas suas práticas institucionalizadas ou não, pode contribuir em grande medida à concretização de uma Pátria Educadora, desde que haja o fortalecimento de uma cidadania ativa e participativa na medida em que se adotar a participação social como método na sua construção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Linguística, Letras e Artes
Biografia do Autor

Selma Baia Batista, UFMT

Possui graduação em Licenciatura em ciências biológicas pela Universidade Federal de Mato Grosso (2000), mestrado em Microbiologia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (2002) e doutorado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Atualmente é professor colaborador da Universidade Federal de Mato Grosso, Professor da Faculdade Integrada Candido Rondon. Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: tecameba, ecologia, protozoarios, solo, pesticidas, diversidade microbiana, estress hidrico, atividade enzimática, solo, ddge, solo, amazonia e pesticida, chromobacteria violaceum, violaceinana.

Elma de Oliveira, INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR VANGUARDA

Possui formação em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, professora concursada pela Secretaria  Estadual de Educação e pela Secretaria Municipal de Educaçao-Arenapolis-MT. Mestranda pelo Instituto de Ensino Superior Vanguarda.

 

Referências

REFERÊNCIAS
ARROYO. Miguel González. Diálogos na educação de jovens e adultos / organizado por Leôncio Soares, Maria Amélia Gomes de Castro Giovanetti, Nilma Lino Gomes. – Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
BIGNARDE, Kleber Gonçalves. A organização curricular (na política de currículo) da EJA para os CEJAS em Mato Grosso de 2008 a 2011 / Kleber Gonçalves Bignarde. (Dissertação). UFMT – Cuiabá, 2013.
BOBBIO, Norberto, 1909- A era dos direitos / Norberto Bobbio; tradução Carlos Nelson Coutinho; apresentação de Celso Lafer. — Nova ed. — Rio de Janeiro: Elsevier. 7ª reimpressão. 2004.
BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação / Carlos Rodrigues Brandão. São Paulo: Brasiliense. (Coleção primeiros passos; 20). 2007.
ECCO, Idanir; NOGARO, Arnaldo. A EDUCAÇÃO EM PAULO FREIRE COMO PROCESSO DE HUMANIZAÇÃO. EDUCERE XII Congresso Nacional de Educação. PUC PR. 2015. p. 3523 – 3535. Educação Popular n. 1).
FREIRE, Paulo. Educação e mudança. Paulo Freire: tradução de Moacir Gadotti e Lilian Lopes Martin: - Rio de Janeiro: Paz e Terra. 12ª Ed. 1983.
______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa / Paulo Freire. São Paulo: Paz e Terra, 1996. – (Coleção Leitura).
______. Educação e mudança. SP: Paz e terra, 2012.
GADOTTI, Moacir. MOVA, por um Brasil Alfabetizado / Moacir Gadotti. – São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2008 – (Série Educação de Adultos; 1).
HADDAD, Sergio; DI PIERRO, M. C. TRANSFORMAÇÕES NAS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO BRASIL NO INÍCIO DO TERCEIRO MILÊNIO: UMA ANÁLISE DAS AGENDAS NACIONAL E INTERNACIONAL. In; Cad. Cedes, Campinas, v. 35, n. 96, p. 197-217, maio-ago., 2015.
MACHADO, Maria Margarida. A educação de jovens e adultos no Brasil pós-Lei nº 9.394/96: a possibilidade de constituir-se como política pública. In; Em Aberto, Brasília, v. 22, n. 82, p. 17-39, nov. 2009.
MELLO, Ângela Rita Christofolo de. A política educacional de jovens e adultos e o processo de implantação dos Centros de Educação de Jovens e Adultos de Mato Grosso (2008/2011) / Ângela Rita Christofolo de Mello. (Dissertação) – Piracicaba, SP: [s.n.], 2013.
PAIVA, Jane. Educação de jovens e adultos: direitos, concepções e sentidos / Jane Paiva. - 2005.
______. Tramando concepções e sentidos para redizer o direito à educação de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação v. 11 n. 33 set. /dez. 2006. p. 519-566.
RODRIGUES, Neidson. EDUCAÇÃO: DA FORMAÇÃO HUMANA À CONSTRUÇÃO DO SUJEITO ÉTICO – 232-257. Educação & Sociedade, ano XXII, no 76, Outubro/2001.